Missões

Angola

Em Angola, a chegada à Província de Benguela aconteceu em Março de 2006.

Inicialmente foram três Irmãs e hoje a comunidade conta com quatro: Irmã Lídia, Irmã Lurdes, Irmã Rosa e Irmã Adelina.

Esta missão em 2011 teve casa própria e como atividade social dedica-se à 1ª Infância.

Acolhe cerca de 150 crianças dos 2 aos 5 anos. Situa-se na periferia da cidade de Benguela a 5 Km. A área em expansão ainda carece de bens de 1ª necessidade: a rede de água não é constante e a energia elétrica ainda não foi instalada. A alimentação é procurada e conservada com a ajuda de gerador próprio. Na luta pela auto sustentabilidade contamos com o apoio das famílias, dos amigos e benfeitores, visto que, a Segurança Social não oferece qualquer ajuda.

As crianças por nós acolhidas, são procedentes dos bairros que nos circundam e as famílias anseiam pela continuidade do ensino até à escola primária e dizem: “no próximo ano o meu filho onde vai estudar?”.

As crianças desfrutam de espaços e materiais adequados e sentem-se muito felizes. O ano letivo inicia em fevereiro e prolonga-se até dezembro. O mês de junho é o mês da criança, em cada semana programamos uma atividade especial e o 16 de junho é chamado o DIA DA CRIANÇA AFRICANA, para nós é dia de passeio coletivo patrocinado pela Empresa de Águas e Saneamentos de Benguela.

Fazemos um esforço por envolver a sociedade civil nas nossas atividades, como forma de alertar consciências e aproximar realidades distintas.

O nosso lema é: “TUDO PELA CRIANÇA”.

A comunidade das Irmãs sempre inserida em atividades pastorais, continua a trabalhar no Secretariado de Catequese a nível Diocesano.

A Eucaristia celebra-se em condições muito pobres: ainda não há templo e a média de participantes é de 1.200 pessoas.  Janeiro é o mês das inscrições para catequizandos e formação de catequistas. A "Evangelii Gaudium" é uma alegria tão real como os rostos penetrantes das crianças, o sacrifício heroico dos adultos, as gotas de calor a escorrer e a poeira que nos envolve como nuvem. É aqui, na periferia, que vivemos a alegria da fé, onde os desafios da Evangelização são inúmeros mas se misturam com a simplicidade a capacidade de ser próximo e persistente.

Santa Bakhita, no mesmo mês em que nasceu, recebeu de imediato uma proposta de Geminação com a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, na Diocese do Porto, em Portugal.

Esta proximidade já provocou momentos especiais de união, oração e intercâmbio de experiências no campo da evangelização.